19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Servidores destacam histórias de dedicação em favor da sociedade

27/10/2019 11h26 - Atualizada em 27/10/2019 11h32
Por Mara Barcellos - AID - Comunicação Social

Ampliar imagem
Ampliar imagem
Ampliar imagem
Ampliar imagem
Ampliar imagem

Os servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) são fundamentais para a instituição e para o Estado. Mesmo ocupando funções diferentes e não menos importantes, todos têm o seu valor e contribuem significativamente com os trabalhos desenvolvidos pelo Poder Legislativo, no Palácio da Cabanagem.

Nesta segunda-feira, dia 28 de outubro, data em que se comemora o Dia do Servidor Público, os servidores da Alepa são lembrados pelo empenho profissional que vêm se destacando ao longo dos anos em função do  comprometimento com o serviço público e com a sociedade paraense.

Raimundo Nonato Lima Macedo, conhecido pelos colegas como Macedo, é um desses servidores. Ele trabalha na Alepa há 36 anos e há 25 anos coordena a Seção de Apoio ao Plenário (Seap), setor responsável por  servir aos parlamentares com cafezinho, água e até refeições, quando necessário.

Dedicação, presteza, simpatia são características que o definem bem.  Prazer em servir bem é uma satisfação para ele que conta com apoio de oito servidores em sua equipe, os quais prefere chamar de amigos e família.  

“Aqui somos uma família e procuro fazer o melhor para que todos que trabalham comigo estejam bem e também servir com gentileza os deputados e a todos que nos procuram. Valorizo os que trabalham comigo porque eu não faço nada sozinho, eu tenho uma equipe de confiança que me ajuda. Faço o máximo possível para servir bem, sei que ninguém é unânime, mas procuro dar o melhor de mim, porque aqui é o meu trabalho e amo o que faço”, destaca.

O servidor relata sua rotina diária e algumas experiências ao longo dos anos servindo aos parlamentares.

“Chego geralmente às 6h40 e só saio depois das 18h30, após conferir que todas as portas do plenário, do auditório João Batista, Sala Vip e dos ex-presidentes estão devidamente fechadas. Horário não é problema, porque durante a Constituição de 1989, trabalhávamos até a madrugada atendendo aos deputados, época em que aprendi muito”, conta, orgulhoso da trajetória que construiu.

A taquígrafa Marilene da Conceição Santos de Oliveira, de 66 anos, demonstra empenho, satisfação e realização nas atividades que desenvolve há 28 anos na Seção de Taquigrafia, setor ligado ao Departamento Legislativo. Ela é uma das responsáveis pelos registros taquigráficos dos pronunciamentos dos deputados durante as Sessões Ordinárias, realizadas no plenário e em outras atividades legislativas que requer a presença do profissional.

Empenhada em aprender, Marilene lembra com emoção o início nada fácil dos trabalhos como taquígrafa na Alepa, algo novo para ela à época.   

“Eu não conhecia nada sobre taquigrafia. No começo foi difícil, porque o ritmo acelerado da escrita taquigráfica era uma das dificuldades para aprender. Não foi fácil, mas me dediquei, fiz curso durante 6 meses para aprimorar e depois mais 1 ano para aperfeiçoar os conhecimentos e os métodos da dinâmica da escrita. Eu amo a minha profissão, me sinto realizada em trabalhar aqui e desde que iniciei nessa área eu me apaixonei”, conclui emocionada.

A servidora pública Luiza Helena Monteiro Nunes, que atua no Departamento de Memorial do Poder Legislativo, possui vasta experiência em 38 anos de atividades na Casa de Leis. Nesse período foi recepcionista, depois exerceu a atividade de documentadora de plenário, onde tinha a função de separar os documentos com pronunciamentos dos deputados e encaminhá-los à Seção de Taquigrafia. Desde 2013 integra a equipe do Departamento de Memorial, espaço onde se tem registros da história do Parlamento Estadual, através do acervo documental e fotográfico.

“Como servidora passei por vários setores, experiência que contribuiu para o meu crescimento profissional. É uma honra ser servidora da Alepa e contribuir para o meu estado, servindo à sociedade”, reitera.

A psicóloga e especialista em gestão pública, Karla Lobato, é a atual coordenadora do Departamento de Bem Estar Social (Debes). É de sua responsabilidade o gerenciamento da equipe multiprofissional que se dedica a atender os funcionários e seus familiares e a sociedade que buscam os serviços de saúde ofertados pela instituição.

“É uma enorme satisfação ser servidora da Alepa e gerir um departamento, liderar pessoas e poder fazer o meu melhor para ajudar a sociedade”, ressalta.     

Ela destaca a importância do servidor para a coletividade e os desafios para mudar paradigmas na esfera pública.   

“O servidor público exerce papel fundamental na sociedade. Ele acaba gerindo os interesses da coletividade de um modo geral. Então, é importante resgatar o papel do servidor público, tirando um pouco da imagem de que esse servidor trabalha menos do que os trabalhadores da empresa privada. Na verdade, percebo uma forte atuação de todos que se empenham para que a mudança nesse paradigma aconteça”, esclarece.

O diretor do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), Márcio Souza, informou que busca desenvolver o trabalho com empatia, para estabelecer uma conexão com a equipe e demais servidores da Alepa e proporcionar um ambiente agradável.

“Eu trabalho com pessoas, com equipes e não com grupos. É uma gestão de pessoas e não de papel. Então, procuro trabalhar com a alma e atender todos os servidores e compreender suas necessidades da melhor forma possível. Quando as pessoas nos procuram, querem ajuda, soluções e não podemos agir com frieza. Como servidor público minha função é servir aos servidores desta Casa e ao Estado”, afirma. 

 

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019