19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Banpará recebe homenagem pelos 58 anos de atividades e anuncia expansão

02/12/2019 18h20 - Atualizada em 02/12/2019 20h44
Por Mara Barcellos - AID - Comunicação Social

O Banpará é uma Sociedade de Economia Mista, consolidada há mais de cinco décadas com a missão de gerar valor para o Estado do Pará, como um Banco autossustentável que atua no  desenvolvimento econômico e social. Essa trajetória foi destaque durante Sessão Solene em homenagem ao aniversário de 58 anos da instituição financeira, promovida na segunda-feira (02.12), na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), em atendimento ao requerimento do deputado Raimundo Santos.    

Criado pela lei 1819, de 30 de novembro de 1959, no governo Moura Carvalho, o Banpará iniciou suas atividades somente em 1961, período em que obteve a carta-patente aprovada pela Superintendência da Moeda e do Crédito - SUMOC, órgão de fiscalização bancária na época.

Em seu pronunciamento, o deputado Raimundo Santos destacou a atuação do Banpará e de seus funcionários em prol do desenvolvimento socioeconômico do Estado.

“Esta Casa de Leis reconhece a grandeza dos feitos do Banpará, com visão de futuro, conseguindo alcançar a população paraense. O êxito não seria possível sem o zelo e dedicação de seus funcionários. Essa sessão vem reconhecer a importância do banco que possui grande capilaridade no Pará. É um banco que fomenta a economia, mas se preocupa em atender empresários, sejam eles pequeno, médio ou grande. É uma instituição que empreende na cidadania, com apoio à eventos sociais, de inclusão e culturais”, ressaltou o parlamentar.     

Para o presidente do Banpará, Braselino Carlos de Assunção Souza da Silva, o momento significa reconhecimento pela trajetória da instituição em fomentar a economia do Pará.     

“Agradeço ao deputado Raimundo Santos e a esta Casa de Leis pela homenagem e reconhecimento aos resultados de muito trabalho ao longo dos anos. O Banpará promove o protagonismo do desenvolvimento sustentável e o desenvolvimento econômico e social, sempre buscando ampliar o alcance e o atendimento à população em lugares mais distantes como em Melgaço e Curralinho, municípios considerados com menores índice de Desenvolvimento Humano do país”, destacou.    

      .

O executivo informou que o projeto de expansão da rede bancária já alcança 90% dos municípios paraenses e trabalha com metas para ampliar o atendimento em todo o Pará.        “ Hoje, o Banpará está presente com 155 unidades de atendimento, sendo 123 agências e outras unidades distribuídas em postos de atendimentos. Estamos trabalhando com apoio do governador Hélder para ampliarmos para todos os 144 municípios do nosso Estado”, anunciou.

Braselino revelou que o Banpará está consolidado e que atualmente dispõe de um patrimônio líquido avaliado em R$ 1,3 bilhão. O capital financeiro possui saldo positivo de R$ 1,2 bilhão e carta de créditos no total de R$ 4 bilhões.

Durante a solenidade, o deputado Orlando Lobato que representa o seguimento da Pesca no Pará, informou que intermediou junto ao governo federal para que o Banpará seja autorizado a realizar alguns benefícios aos mais de 100 mil pescadores do Pará.           

“O setor da pesca é importante e contribui com o Estado do ponto de vista econômico e social, gera ocupação e renda e também benefícios, como por exemplo o seguro-defeso. Então, considerando a importância do seguimento, estive em Brasília reunido recentemente com a superintendência do INSS e Caixa Econômica Federal e solicitei que o pagamento do Bolsa Família, seguro-defeso dos pescadores paraenses sejam feitos pelo Banpará”, disse.

  

Após ouvir o deputado Orlando Lobato, o presidente do banco anunciou que a agência bancária foi autorizada a realizar o pagamento dos benefícios sociais aos pescadores a partir de janeiro de 2020.                                  

A programação contou com apresentação de vídeo institucional e momento de condecorações com diplomas de homenagens especiais aos funcionários pelo desempenho das atividades bancárias e compromisso com a consolidação do desenvolvimento e sociedade.    

 

Trajetória

Em 26 de outubro de 1961, o Banpará começou suas atividades em um prédio alugado, na rua 28 de setembro n.º 276, contando com a colaboração de 17 funcionários. Em julho de 1964, o Banpará foi transferido para sua primeira sede própria, no edifício Dias Paes, na Avenida Presidente Vargas n.º 275.

Em 18 de fevereiro de 1966, foi inaugurada a primeira agência no interior do nosso Estado, na cidade de Santarém. Fora das nossas fronteiras, a agência do Rio de Janeiro foi a primeira a ser inaugurada, no ano de 1967.

Em 9 de setembro de 1971, houve o desdobramento da Matriz e da agência Belém Centro, que, até então, funcionavam em um mesmo local. Passou a Matriz para Travessa Padre Prudêncio n.º 154, e a agência Belém Centro para o térreo do prédio da sede da Associação Comercial do Pará. Atualmente a Belém Centro ocupa o térreo do outrora Edifício Dias Paes, hoje denominado Edifício Banpará.

Em 12 de dezembro de 1979, foi aprovada a mudança da sigla do banco, de BEP para Banpará, uma vez que era confundida com a de outras instituições financeiras. A troca permitiu uma identificação mais imediata do banco com o nosso Estado.

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019