Dep Dra. Heloisa

Deputada Estadual - DEM

Notícia

Deputada Dra. Heloisa propõe iluminação para alertar sobre doenças cardiovasculares em mulheres

08/03/2019 17h52 - Atualizada em h
Por Comunicação - Assessoria Dep Dra Heloisa

Com objetivo de conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção às doenças cardiovasculares, a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) ganhará, nesta sexta-feira (08.03), iluminação especial na cor vermelha. “Aproveitamos este mês de março, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, para lembrarmos sobre o risco das doenças cardiovasculares em mulheres e ainda mostrar a importância da prevenção e cuidados com o coração. Uma em cada três mulheres morre de doença cardíaca. O coração mata sete vezes mais mulheres que o câncer de mama. Daí a importância da iluminação nas fachadas de prédios públicos e monumentos”, destacou a deputada estadual Dra. Heloisa.

A proposta da iluminação é uma parceria com a Sociedade Paraense de Cardiologia, com o apoio da deputada. Ela encaminhou um documento ao presidente da Alepa, deputado Dr. Daniel, que acatou sua solicitação. Outros locais também aderiram à campanha e receberão a iluminação, como o Hospital Santa Casa de Misericórdia e a Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

Como parte da programação, a deputada também ministrará  uma palestra na Santa Casa, às 14h, sobre saúde da mulher, organizada pelo Comitê de Humanização do Hospital, que na oportunidade apresentará o projeto Cine Casa, com a exibição do filme O Renascimento do Parto. O projeto tem por finalidade garantir o acesso à educação cultura, além de promover a valorização do servidor. 

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo: mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa. Estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global. Desses óbitos, estima-se que 7,4 milhões ocorrem devido às doenças cardiovasculares e 6,7 milhões devido a acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

As doenças cardiovasculares são um grupo de doenças do coração e dos vasos sanguíneos. Os mais importantes fatores de risco comportamentais, tanto para doenças cardíacas quanto para AVCs, são dietas inadequadas, sedentarismo, uso de tabaco e uso nocivo do álcool. Os efeitos dos fatores comportamentais de risco podem se manifestar em indivíduos por meio de pressão arterial elevada, glicemia alta, hiperlipidemia, sobrepeso e obesidade. .

Muitas vezes não há sintomas da doença subjacente dos vasos sanguíneos. Um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral pode ser o primeiro aviso da doença subjacente. Os sintomas do ataque cardíaco incluem: dor ou desconforto no centro do peito; dor ou desconforto nos braços, ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou costas. Além disso, a pessoa pode ter dificuldade em respirar ou falta de ar; sensação de enjoo ou vômito; sensação de desmaio ou tontura; suor frio; e palidez. Mulheres são mais propensas a apresentar falta de ar, náuseas, vômitos e dores nas costas ou mandíbula.

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - Palácio Cabanagem


Telefone: (91) 3213-4212 / 4336

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019