• Item
    ...
Alto Contraste

Notícia

12/12/2023 | 19h52 - Atualizada em 12/12/2023 | 19h52

Chamonzinho informa que Orçamento do Pará em 2024 será de R$ 46,6 bilhões

Reportagem: Rose Gomes

Edição: Andreza Batalha

Entra em pauta, nesta quarta-feira (13), na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) da Alepa o projeto de lei do Poder Executivo da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024. O presidente da CFFO, deputado Chamonzinho (MDB), que é o relator da matéria, informou que a receita do Estado do Pará para 2024 está estimada em R$ 46,6 bilhões.

Após a votação na CFFO, nesta quarta-feira, o parecer de Chamonzinho (com projeto e emendas) será enviado para o plenário da Alepa, que tem o prazo legal de até 20 dezembro para deliberar sobre a matéria.

O projeto da LOA ou Orçamento Geral do Estado (OGE) estabelece os orçamentos do Estado, por intermédio dos quais são estimadas as receitas e fixadas as despesas do governo. A lei compreende, entre outros, o orçamento fiscal, da seguridade social e de investimento das empresas estatais, abrangendo todos os poderes do estado, órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta, que atuam em rede institucional para garantir a oferta dos serviços públicos à sociedade.

A receita total do orçamento fiscal e da seguridade social está prevista em R$ 46.615.017.367,00 bilhões. O orçamento fiscal em R$ 40 bilhões e o orçamento da seguridade social em R$ 6,5 bilhões.

A LOA 2024 é ancorada nos projetos da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2024 (LDO) e no Plano Plurianual 2024-2027 (PPA), que também foram relatadas pelo deputado Chamonzinho. No PPA 2024-2027, estão as diretrizes estratégicas denominadas: sociedade de direitos, crescimento inteligente, trabalho com responsabilidade e gestão pública presente. Todas deverão ser contempladas com ações e serviços previstos na LOA 2024.Chamonzinho é o relator do Orçamento de 2024

Segundo a mensagem do Poder Executivo, entre as temáticas importantes e estratégicas que influenciaram na elaboração da LOA 2024, está a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), cujo principal evento é a Conferência das Mudanças Climáticas (COP30), será realizada em Belém, em 2025.