• Item
    ...
Alto Contraste

Notícia

20/12/2023 | 12h42 - Atualizada em 20/12/2023 | 12h45

ProMulher da Alepa bate recorde em criação de procuradorias municipais

Reportagem: Kamila Nascimento

Edição: Kamila Nascimento


A Procuradoria da Mulher na Alepa (ProMulher) divulgou esta semana os números sobre a expansão da rede de defesa e proteção dos direitos das mulheres no estado do Pará. Em 2023, o órgão auxiliou na criação de oito novas procuradorias municipais distribuídas nas regiões do Baixo Tocantins, Nordeste e Sudeste paraense. O número é um recorde desde a criação da ProMulher Alepa em 2019.

Nos últimos quatro anos, seis procuradorias municipais foram instaladas: Belém, Castanhal, Santa Maria do Pará, Tomé-Açu, Barcarena e Itaituba são as cidades identificadas pelo mapeamento realizado pela ProMulher. Já os municípios pioneiros na criação do órgão, de acordo com o mesmo mapeamento, são Ananindeua e São Félix do Xingu, em que datam a criação de suas procuradorias nos anos 2013 e 2014 respectivamente.

A abertura das novas procuradorias são reflexos da maior integração da Alepa com os municípios por meio da deputada e Procuradora Titular da Mulher Paula Titan. Ao longo deste ano, Paula realizou dois encontros estaduais para promover o intercâmbio de informações entre vereadoras e procuradoras da mulher.