19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Cartão postal do Pará encanta o mundo

26/11/2021 16h11 - Atualizada em 26/11/2021 17h53
Por Rosa Alexandre - AID - Comunicação Social

O Ver-o-Peso é o ponto turístico que melhor identifica Belém do Pará no Brasil e no exterior. A agitação na maior feira ao ar livre da América Latina começa pela madrugada junto com o balançar das águas da Baia do Guajará, por onde chegam as mercadorias das ilhas circunvizinhas e de vários municípios paraenses para abastecer essa feira. A agitação de vendedores, compradores e turísticas invade a noite.


No Ver-o-Peso, os compradores e turistas encontram produtos de qualidade e com preços acessíveis, como frutas, verduras, legumes, carne, peixe, mariscos, ervas aromáticas, artesanato... Muitos desses produtos ganham o mundo pelas mãos dos visitantes estrangeiros que levam nossas lembrancinhas para seus locais de origem, incentivando a vinda de novas pessoas para conhecer outros pontos turísticos da cidade.


Os paraenses são realmente apaixonados por esse lugar agitado e acolhedor. A conterrânea Ana Pinheiro Vandiyn está na Cidade das Mangueiras para visitar seus familiares e não deixou de se conectar com suas raízes no Ver-o-Peso: "Vim ver minha família. Eu vim comprar lembrancinha para o namorado da minha filha, castanha do Pará para o meu marido e passear para matar a saudade. Aqui eu me encontro com as minhas raízes. Aqui eu me emociono, mato minha saudade", disse emocionada.

Ana Pinheiro


É muito comum encontrar no Ver-o-Peso a dona de casa que deixa de comprar na feira de seu bairro para fazer a feira no Veropa. Esse é o caso de Maria Glória Santos que há 30 anos vem uma vez por semana comprar os ingredientes de seu almoço: "Eu gosto daqui porque eu compro peixe mais fresquinho, eu aproveito também para passear".Socorro Soares


Socorro Soares vende ervas aromáticas e garrafada há 40 anos no Ver-o-Peso. Ela disse que aprendeu a fazer garrafada com sua bisavó. "Eu tenho muito orgulho de trabalhar aqui. Eu mesma faço meus produtos para vender. Foi com a venda deles que eu criei e paguei faculdade de meus filhos. Minhas ervas aromáticas e minhas garrafadas são famosas nos Estados Unidos", falou orgulhosa.


A origem dessa feira começou em 1625 quando a Coroa Portuguesa instalou, no antigo Porto do Piri, a Casa do Haver o Peso, um posto de aferição de mercadorias e arrecadação de impostos.


Na verdade, o Mercado do Ver-o-Peso é um conjunto arquitetônico e paisagístico composto pelo Mercado de Carne, Mercado de Peixe, Solar da Beira, Boulevard Castilhos França, Praça do Relógio, Praça D. Pedro II, Doca do Ver-o-Peso, Feira do Açaí, e Ladeira do Castelo. Os prédios construídos seguiram a tendência francesa de art nouveau da belle époque. O conjunto que ocupa uma área de 35 mil metros quadrados foi tombado em 1977 pelo Instituto de Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN).


Dentre os locais mais visitados pelos turistas estão o Mercado de Peixe, o Mercado de Carne, construídos 1847, e o Solar da Beira, erguido em estilo neoclássico, no século XIX. Em 1985, foi transformado em restaurante. Hoje, após uma ampla reforma, concluída em novembro de 2020, serve como espaço para venda de artesanato paraense.

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019