19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Alepa e Hemopa preparam mais uma campanha de doação de sangue entre os servidores

20/05/2022 12h11 - Atualizada em 20/05/2022 12h58
Por Rosa Alexandre - AID - Comunicação Social

O Departamento de Bem-Estar Social (DBES) está mobilizando servidores do Poder Legislativo para a segunda edição da Campanha de Doação de Sangue em parceria com a Fundação Hemopa. O evento será realizado no próximo dia 25 de maio na sede da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).


A ação faz parte do plano de trabalho do DBES em contribuir com campanhas de conscientização de saúde junto aos servidores do Legislativo Estadual e ajudar o Hemopa na coleta de sangue.


Para os preparativos que antecedem a campanha, equipes de saúde do DBES estão realizando reuniões em diversos setores da Casa para a formação de multiplicadores entre os servidores para que sejam informados sobre a importância de se fazer a doação de sangue. A diretora do DBES, Karla Lobato, destaca os trabalhos de conscientização entre os servidores para garantir apoio no estoque de sangue do Hemopa.


"Os servidores estão sendo informados através de visitas para trabalharmos o pré-cadastro de doadores. Nós ressaltamos a importância da participação por sabermos da real necessidade dos produtos que são provenientes do sangue para a saúde de pacientes. Convidamos todos os servidores da ALEPA para participarem dessa campanha. Quem tiver dúvidas pode procurar diretamente o DBES que estamos com uma equipe capacitada para ajudar com orientações", informa.

Karla Lobato
A meta é conseguir pelo menos 80 bolsas de sangue nessa campanha. Uma única bolsa possui 450 ml de sangue e pode salvar até quatro vidas. O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do corpo, defender o organismo contra infecções e participar na coagulação.


A enfermeira Marluce Ramos esclarece que existem alguns critérios básicos para quem vai doar sangue: "Inicialmente, é importante estar bem de saúde, ter uma boa alimentação no dia que antecede a coleta, porque não se pode doar sangue em jejum. Outro critério, é que o doador tenha dormido pelo menos 6 horas na noite anterior à doação de sangue, entre outros", afirma.

Enfermeira Marluce Ramos

Quem pode doar - O doador precisa seguir os critérios básicos: ter entre 16 e 69 anos, (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal); pesar mais de 50 kg e estar em boas condições de saúde.


No momento do cadastro, é obrigatório apresentar documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH), passaporte ou carteira de trabalho. Já as cópias de documentos precisam ser autenticadas.


Quem teve Covid-19 também pode doar, só precisa esperar 10 dias após a cura. Quem teve contato com pessoas que tiveram a doença deve esperar 14 dias após o último contato.
Para quem recebeu a vacina Coronavac/Butantã, são 48 horas de inaptidão para doação, após cada dose. Já para quem tomou as demais vacinas é recomendado esperar 7 dias após cada dose. E as pessoas que tomaram a dose contra a com gripe, estarão aptas a doarem a partir de 48 horas.


Para melhor avaliação sobre a condição de saúde dos doadores, uma equipe médica estará no consultório da unidade móvel para realizar triagem com consultas.

 

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019