19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

CPI da Vale reúne com Fiepa e debate políticas de desenvolvimento

25/05/2022 18h39 - Atualizada em 25/05/2022 18h48
Por Mara Barcellos - AID - Comunicação Social

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atuação da empresa Vale S.A no Pará reuniu nesta quarta – feira (25.05) com a diretoria executiva da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa).

O objetivo do encontro foi apresentar os trabalhos da comissão, debater políticas de desenvolvimento para o setor empresarial, buscar o apoio da instituição e estreitar as relações com o sistema Fiepa, formado por uma rede de empresas, incluindo grandes multinacionais, dentre elas a mineradora Vale.

Para o vice-presidente da CPI, deputado Carlos Bordalo, o apoio da Fiepa é importante para ampliar as discussões relacionadas ao desenvolvimento industrial. 

José Conrado e o deputado Carlos Bordalo

“O nosso trabalho também é agregar o potencial do estado às contribuições setoriais e nós não podemos pensar em um modelo minerário do Pará sem pensar na indústria. Portanto, valorizamos a importância da Federação das Indústrias do Pará, que ao longo dos anos tem dado uma contribuição muito significativa ao desenvolvimento do estado”, afirmou.

Na ocasião foram discutido temas como a regularização de áreas de garimpo, urgência da Ferrogrão, criação do consórcio intermunicipal entre os municípios paraenses impactados e afetados pela mineração, investimentos em Pecém-complexo Siderúrgico da Vale no Ceará; ausência de precificação do ouro extraído no Projeto Salobo, em Marabá,  exportado como cobre concentrado; falta de verticalização da produção, além  da rastreabilidade e operacionalização do açaí, a partir do plantio ao consumidor final.

De acordo com o presidente da Fiepa, José Conrado, o trabalho da CPI é importante para elaboração de políticas públicas que venham destravar o setor tributário e promover o desenvolvimento no setor empresarial.

José Conrado e o deputado Carlos Bordalo

“Muito oportuna essa visita. Acompanho o trabalho da CPI e vejo como positiva para a contribuição do estado, principalmente para novas ações. É importante ter essas grandes empresas aqui, mas é preciso que elas se integrem mais com o sistema Fiepa, governo e Legislativo”, destacou.

Para o vice-presidente, José Maria Mendonça, o maior entrave do crescimento econômico é tributário. Ele defendeu a elaboração de novas medidas tributárias para o setor empresarial.

Marcel Souza e José Maria Mendonça

“Precisamos pensar um modelo de políticas públicas que venha fomentar o desenvolvimento e a CPI pode nos ajudar com projetos que dêem segurança às nossas indústrias”, ressaltou.

Na oportunidade, o deputado convidou a Fiepa para participar de oitivas e prestar esclarecimentos sobre a relação da entidade com a empresa Vale e seus projetos de desenvolvimento na área da mineração.

Após o encontro, o parlamentar foi agraciado com a publicação do livro alusivo às comemorações de duas décadas da trajetória do Sistema Fiepa, intitulado de “20 anos - Pioneirismo no desenvolvimento local”.  

Também participaram da reunião, Marcel Souza, Executivo de Gestão, Ivanildo Pontes, Gerente Executivo e Solange Mota, presidente do Sindicato das Indústrias de Frutas e Derivados do Estado do Pará (Sindfrutas).

 Atuação

Desde o início das atividades, os membros da comissão trabalham para apurar questões como a concessão de incentivos fiscais à empresa,  descumprimento de condicionantes, ausência de segurança em barragens, repasses incorretos de recursos aos municípios e outros fatos ligados ao desenvolvimento do estado, como exemplo a ausência de projetos de verticalização da produção local.

 

 

 

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019